(;) pesquisa

 

( ) tags

todas as tags

(») posts recentes

(.)Olá Porto

(:) Fazer-se à rua

(...) Um arquivo a explor...

(:) O Porto também é de f...

(.) Histórias do Porto à ...

(:) O Porto também é de f...

(") Cafés do Porto

(?) Os azulejos de São Be...

(:) O Porto também é de f...

(.) Se nos dessem o azul ...

(«) arquivos

Fevereiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

subscrever feeds

Quarta-feira, 26 de Dezembro de 2007

(:) Porto Gráfico - Grafitti 7


Rua da Bainharia

» publicado por DPontes às 23:32
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos

(...) O rei da festa




Agora que ele já desapareceu como posta regada com azeite, fica aqui a sua recordação no formato espalmado, esfiapado ou em cabeças, tal como podemos encontrá-lo nas mercearias tradicionais do Porto. Continua a ser o sabor da noite de Natal, hoje, como há cem anos atrás:


 


As famílias geralmente não jantam; n’esse dia apenas lancham e das 7 para as 8 horas da noite, pouco mais ou menos, começa a ceia da consoada, que é somente composta de pessoas da família e exclusivamente obrigada a peixe, não faltando nunca o tradicional prato de bacalhau cosido com as couves, que vimos em tão grande abundância nos mercados. Há creadas, dignas discípulas de Brillat-Savarin, que fazem seis e mais variedades de iguarias de bacalhau, e creiam os leitores que o fiel amigo e as couves attingem, nesta época, preços sensivelmente elevados. A ceia é abundantíssima, bem regada com os preciosos vinhos do Alto Douro, bem adoçada com as rabanadas, e emfim qualquer chefe de família portuense pode dizer, sem perigo de faltar à verdade, que Lucullo ceia n’esta noite com Lucullo.


 


De M. R. d’Assis e Carvalho, no Tripeiro, de 20 de Dezembro de 1909 DPontes

» publicado por DPontes às 00:46
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007

(:) O batalhão do barrete vermelho


 


O homem do barrete vermelho está cansado, mas ainda deve ter forças para descer pela chaminé. Um Bom Natal com um bom Porto. DPontes Foto de Pedro Ivo Carvalho

» publicado por DPontes às 01:14
» link do post | » comentar | » ver comentários (1) | » adicionar aos favoritos
Domingo, 23 de Dezembro de 2007

(:) A nossa árvore é maior que a vossa


 


Está confirmado: os portuenses foram atacados pelo febre da árvore luminosa. A cenoura para chamar gente para a Baixa funcionou. DPontes Foto Pedro Ivo Carvalho

» publicado por DPontes às 00:30
» link do post | » comentar | » ver comentários (2) | » adicionar aos favoritos
Sábado, 22 de Dezembro de 2007

(.) Um gostinho especial

Este modesto blogue obteve o terceiro lugar na categoria Cidade e Região, nas escolhas para Melhor Blog Português, como podem ver aqui. Impõem-se os agradecimentos a quem teve o bom gosto. DPontes
» publicado por DPontes às 00:27
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007

(.) Prendas de Natal

A cidade do Natal é generosa. Há gente na rua como nunca, há música, luzes, e todos têm autorização para, nem que seja por um instante, voltar a ser criança, nem que já não acreditemos no Pai Natal. Deleitemo-nos com as montras, especialmente com as das velhas mercearias, que nesta época voltam a fazer todo o sentido. Há que procurar aqueles sabores ancestrais, longe da frieza mecanizada dos hipermercados, que são a cola com nos une à volta das mesas. O que as “asaes” ainda não extinguiram, está aí para deleite da boca e também dos olhos. Com que história se escreverá o mistério que leva tantas lojas a terem um estilo de letra tão similar? Será que existe um oculto livro de estilo, ou um artesão obscuro que se encarrega de lhes traçar a forma? É uma bela prenda para desembrulhar. DPontes

















» publicado por DPontes às 23:44
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2007

(:) Porto Gráfico - Grafitti 6


Rua Morgado Mateus. DPontes

» publicado por DPontes às 10:15
» link do post | » comentar | » ver comentários (3) | » adicionar aos favoritos
Terça-feira, 11 de Dezembro de 2007

(...) A noite de Natal no Porto

Na véspera de Natal, logo de manhã cedo, os mercados do Anjo e do Bolhão, duas velhas construcções impróprias do Porto e que diferentes vereações teem debalde tentado substituir por mercados elegantes e à altura da cidade, estão muito movimentados e regorgitando de flores, aves, fructas e verdadeiras montanhas de couves.


Devemos notar que no Porto o peru não é tão usado pelo Natal, como em Lisboa, mas, em compensação, toda a gente, mesmo a mais pobre, compra uma franga ou um gallo, para o jantar do dia seguinte,


As mercearias e as doçarias (nome que aqui dão de preferência ás lojas de confeiteiro), teem enorme quantidade de bolos e pastéis, sobressaindo os enormes pão-de-ló de Margaride… feitos aqui no Porto. Estes estabelecimentos presenteiam os seus fregueses de todo o anno com um brinde, isto é, dão a consoada, que consiste n’um queijo d’uns dois kilos, n’uma garrafa de vinho fino, ou n’outra qualquer cousa equivalente.


As padarias fabricam para este dia os pães compridos, de cêrca de um metro, análogos aos que se usam permanentemente em França, e que vulgarmente chamam aqui de cacetes; estes pães são para o fabrico das fatias d’ovos ou douradas, como nós lhe chamamos no sul do paiz, e que no Porto teem o nome de rabanadas que se adoçam com o mel, que as mulheres apregoam pelas ruas em potes de lata que trazem à cabeça."


 


De M. R. d’Assis e Carvalho, no Tripeiro, de 20 de Dezembro de 1909 DPontes

» publicado por DPontes às 23:16
» link do post | » comentar | » ver comentários (2) | » adicionar aos favoritos
Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2007

(") Nomeação

O porto.ponto está nomeado para "melhor blogue português" na categoria “Cidade / Região” , no concurso. A iniciativa está no site http://melhorblogportugues.com/. Uma simpatia. DPontes
» publicado por DPontes às 00:45
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos

(:) Porto Gráfico - Grafitti 5


Campo Alegre. DPontes

» publicado por DPontes às 00:38
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos
Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

(:) Edifício Douro regressa à luz

» publicado por DPontes às 20:01
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos

(.) O Porto que importa


O que esteve em causa não foi só, obviamente, o facto de as autoridades terem deixado passar o 10.º aniversário da classificação do Centro Histórico do Porto a Património Cultural da Humanidade quase sem uma palavra. As celebrações podem ser sempre uma coisa vazia de sentido até porque, perante o abandono a que está votada a zona nobre da cidade, não há, de facto, muitas razões para celebrar. Mas a falta de amor-próprio perante a riqueza patrimonial da cidade, que suscitava a estranheza  dos turistas interrogados na semana passada pelo JN, é o sintoma de um mal-estar, que deve mexer com as consciências de todos aqueles que se querem reclamar herdeiros de uma história que só pode estar longe de acabar.


Por isso, o movimento de cidadãos que, este ano, pelo 11.º aniversário, decidiram, com alguma ingenuidade e muito voluntarismo, comemorar o Património Mundial, deve ser olhado como um exemplo de cidadania, independentemente da contabilidade final dos que decidiram dizer “presente” no momento da celebração.


Sem máquinas partidárias, sem dinheiro, numa noite fria de um dia de trabalho, unir algumas centenas de pessoas à volta de uma causa sem ganhos imediatos para os presentes é um feito, apesar de se poder esperar mais . Mas o maior ganho é o facto de a iniciativa ter ajudado a chamar a atenção  para a decadência a que continuam votados alguns dos centro históricos das nossas cidades, já que este não é só um problema do Porto.


O complicado problema urbanístico e social que representa o abandono dos centros históricos, não pode ser motivo para desistências, num país empenhado em aeroportos e comboios de alta velocidade. Se não temos o orgulho suficiente para defender a alma das nossas cidades, tenhamos pelo menos a visão para perceber a riqueza, a verdadeira indústria alternativa, que, para cidades como o Porto, representa a exploração turística do seu património.


O outro bom sinal da iniciativa deste “imPORTO-me” foi o de mostrar, claramente, que há vida para além do Estado, para além dos partidos, que cresce a vontade dos cidadãos se movimentarem contra as lógicas estabelecidas. E também não terá sido por acaso que  a celebração teve como epicentro as escadas do Palácio da Bolsa, sede da Associação Comercial do Porto, que, com o seu estudo sobre novo aeroporto  de Lisboa, mostrou que ainda há vozes a norte do Mondego que não se conformam. DPontes . Publicado no JN, a 4/12/07







» publicado por DPontes às 00:22
» link do post | » comentar | » ver comentários (1) | » adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 5 de Dezembro de 2007

(:) Quem se importa


Porto Património Mundial, 4 de Dezembro de 2007. DPontes

» publicado por DPontes às 00:31
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos
Terça-feira, 4 de Dezembro de 2007

(.) As páginas amarelas do passado


 



Quem colecciona o vetusto Tripeiro só pode ver esta edição como uma bênção. Reunidos num só volume de quase 700 páginas, pelo trabalho laborioso de Carmo Ferreira, abarcando praticamente 100 anos da publicação, está o índice temático do Tripeiro. Um guia para irmos de "A 'baixa' como símbolo da cidade" até "Zurich", sem nos perdermos. E, ainda por cima, a edição da Campo de Letras, tem um CD que permite uma busca facilitada. O que é que se pode pedir mais? DPontes


» publicado por DPontes às 00:40
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos
Domingo, 2 de Dezembro de 2007

(:) A defesa do Porto Património Mundial


 



 



 



 


No dia 4 de Dezembro, façamos também a guarda ao Porto Património Mundial. DPontes

» publicado por DPontes às 23:40
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos