(;) pesquisa

 

( ) tags

todas as tags

(») posts recentes

(.)Olá Porto

(:) Fazer-se à rua

(...) Um arquivo a explor...

(:) O Porto também é de f...

(.) Histórias do Porto à ...

(:) O Porto também é de f...

(") Cafés do Porto

(?) Os azulejos de São Be...

(:) O Porto também é de f...

(.) Se nos dessem o azul ...

(«) arquivos

Fevereiro 2012

Setembro 2011

Agosto 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

subscrever feeds

Sábado, 13 de Outubro de 2007

(...) Carros amarelos


 



 



 


 Gosto de ouvir o ronronar desajeitado dos carros amarelos. Sempre empertigados na sua labuta de serviço público, mas sempre no treme-treme, rezando para que à frente das nervuras prateadas, não se atravesse um inoportuno que impeça as suas rodas de ferro de deslizar. Seja bem-vindo, senhor eléctrico ao centro da cidade.



Em falta, por não ter experimentado as novas linhas, encontrei esta outra forma de navegar a bordo dos carros amarelos, nas fotografias de Guido de Monterey, do livro “O Porto – Origem, evolução e transportes”. De cima, para baixo: Inauguração da linha 4 (Praça/ Pereiró), a 21 de Dezembro de 1947; A rua de Santo António, que até 1951 manteve trânsito nos dois sentidos; Eléctricos junto à Igreja dos Congregados e ruas Sá da Bandeira e de Santo António. No livro, o autor enumera pacientemente o percurso das mais de 40 linhas que chegaram a existir... DPontes 


 

» publicado por DPontes às 23:18
» link do post | » comentar | » adicionar aos favoritos
1 comentário:
De José Eduardo a 14 de Outubro de 2007 às 19:39
Bons textos e belas fotografias que aqui encontrei, em mais um blogue dedicado ao Porto. Eu também procuro sempre divulgar ainda mais esta cidade que é minha, mas ao mesmo tempo é de todos. Parabéns.

» comentar post